h1

Em outros tempos…

04/11/2009

PREPARADA – era uma moça que cursou a universidade, fez pós graduação no exterior e falava – no mínimo – dois idiomas.

TIGRÃO – Era aquele bonequinho dos Sucrilhos Kellog’s, o Tony. E a criançada colecionava quebra-cabeças com a cara dele.

CACHORRA – Era a fêmea do cachorro, a melhor guarda que se podia ter em casa.

ASPIRAR UMA CARREIRA – Era sonhar com o sucesso profissional em advocacia, medicina, arquitetura…

PASSAR CEROL NA MÃO – era uma tremenda burrice. O cerol era pra passar na linha. E “aparar pela rabiola” também era burrice, pois, podia estancar e você perdia a pipa.

APERTAR UM – Era o que a polícia fazia, quando queria saber sobre atividades subversivas estudantis.

BONDE – Era um meio de transporte superado, que só se usava em Santa Teresa.

DAR PRESSÃO – era o que o garçom fazia, quando tirava um chope legal no Bar Brasil.

BUNDÃO – Era um sujeito babaca, que ninguém agüentava.

SILICONE – Era uma substância líquida, com a qual os rapazes poliam o estofamento do “carango”, antes de buscar a garota pra assistir “corrida de submarino”.

HIPPIE – não usava rendinha, nem sutiã, nem bijuteria de prata com esmeralda.

TIAZINHA – Era aquela simpática senhora, tia da nossa mãe, que contava histórias e nos dava biscoitos de polvilho.

FEITICEIRA – Era uma vassoura moderna, pra limpar carpete.

” TÁ DOMINADO, TÁ TUDO DOMINADO” – Era o slogan norte-americano em relação ao terceiro mundo… aliás, pensando bem… até que nem tudo mudou

aCHADo no pobre otário

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: