h1

10 fatos de filmês pornôs que os homens queriam na vida real

24/02/2010

Camisinhas mágicas

Camisinhas aparecem e desaparecem misteriosamente. Ninguém tem que pôr ou tirar. Você vai transar? Pronto! A camisinha já está devidamente colocada e seu precioso brinquedo bem protegido. Vai ejacular? Ela some. Não é preciso fazer cara de paisagem na farmácia ao comprar uma, parar a transa para se prevenir de problemas, ficar preocupado com o lado certo da borrachinha, e imaginar se está bem colocada ou se ela rasgou. Você não perde valiosos segundos de tesão e paudurência. Você mete 100% do tempo. Simplesmente sensacional.

Todas as mulheres são ninfomaníacas

O barato nos filmes pornôs das décadas de 80 e 90 (aqueles com história) é que qualquer mulher, de torneiras mecânicas a guardas de trânsito, eram safadas e promíscuas. E tudo era motivo para sexo! O cara ia consertar a máquina de Xerox no escritório e se dava bem com a secretária do presidente. Vazamento na cozinha? Lá vinha uma encanadora, deliciosa e bonita, com trajes mínimos, e mexia no cano. Até a musa Jenna Jameson estreou um clássico onde fazia uma bombeira que, além de combater incêndios em prédios, apagava o fogo alheio.

Todas as mulheres são bissexuais

Nas obras cinematográficas adultas, achar uma mulher 100% hétero é bem difícil. Não vale dançar homem com homem, mas mulher com mulher está totalmente liberado. E as moçoilas sempre têm aquela amiguinha que, em nome da amizade, a satisfazem plenamente. Tenta perguntar para sua namorada se rola isso e você vai estrear um filme de terror.

Todas as mulheres têm entre 18 e 21 anos

Não importa se ela nasceu em 1974 ou 1990. Todas as gatinhas safadas dos filmes não passam de 21 anos de idade. E mais: são novinhas e estão lá “pela primeira vez”. Só que as novatas têm um talento absurdo, pois já sabem fazer de tudo, sem que ninguém precise indicar nada!

Todas as mulheres têm orgasmo

E mais do que isso: gritam alto, gemem mais que grávida dando a luz por parto natural e sempre o cara é o melhor que elas já tiveram. E isso vale para qualquer tipo de sexo que você pratique, oral, vaginal, anal e, provavelmente, veremos isso também na orelha e no nariz.
Basta um maço de dinheiro e um carro que a vida está garantida

Existe uma série de filminhos na internet onde aquele bando de americanos feios e peludos saem de carro, vêm a menina andando na rua, param, oferecem grana e a moçoila já está nua e fazendo coisas de deixar Calígula assustado. Minha sugestão é você tentar o mesmo na parada de ônibus, às seis horas da tarde para ver o que é bom para a tosse.

Não é preciso se preocupar com acessórios

As personagens femininas dos filmes pornôs têm tudo em casa. Abra a gaveta do criado mudo e você achará uma extensa coleção de acessórios que vão de vibradores diversos a plugs anais, cremes, gels, chicotes, algemas, cabo de bateria, chave Phillips e provavelmente Cathy, a vaquinha inflável (ela existe, acredite).

Um é pouco, dois é médio, três é ótimo, dezessete é uma festa

Ménages e orgias acontecem tão naturalmente em filmes pornôs que a velha transa de casal é considerada careta. E aquela amiguinha no item 2 sempre aparece nas horas mais propícias e de vez em quando, acompanhada pela irmã, a tia, a vizinha, a prima de segundo grau e a menina que perguntou se elas sabiam onde ficava o açougue mais próximo.

Ninguém tem ciúme de ninguém

Sua esposa pegou você com a vizinha? Sem problemas. Ela tira a roupa e entra na jogada. O casal de melhores amigos parece apetitoso? Vamos lá para um swing caprichado. O importante é que a base do relacionamento está consolidada no companheirismo, tolerância, amor e lealdade. Até parece. Vai sonhando, vai.

A regra básica de finalização em filme pornô

Nada de orgasmos internos ou na camisinha mágica (lembre-se que ela desapareceu). É no rosto mesmo, porque aparentemente nos filmes, toda mulher ama isso e espera que o homem a provenha da substância que, dizem, faz bem para a pele. Ou você nunca notou a cútis aveludada de gente como Mônica Matos, Tera Patrick ou Sasha Grey?

aChado no Testosterona que viu no Comédia Blog

Anúncios

One comment

  1. Bom……….o pior é que(não é feminismo, acreditem) querem trazer essa porra pra realidade; Não vemos, homens recebendo chuva amarela, peido na cara e “avalanche negra na cara” e falando ” Aí que delícia, AMORR.Vemos palhaças mal remuneradas tentando mostrar que adoramos tudo aquilo que nos fazem. Vão acreditando, bocoiÓS!!!!



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: